arrow_drop_down

Voltar para lista de planos

Guerreiras de oração: a armadura de Deus

Guerreiras de oração: a armadura de Deus

Obrigada por juntar-se a Stormie Omartian! Usaremos os próximos sete dias para vestir “toda a armadura de Deus” e ficar “firmes contra as estratégias do diabo” (Ef 6.11, NVT). Nós, as guerreiras de oração, analisaremos as peças da armadura de Deus, o significado de cada uma delas e como elas nos ajudam na batalha espiritual. EDITOR Gostaríamos de agradecer ao Mundo Cristão por fornecer este plano. Para mais informações, acesse: https://mundocristao.com.br/ Este plano pertence à Youversion, todos os créditos são deles.

Lista de leituras

Dia1

Antes de iniciar uma missão, os soldados avaliam cuidadosamente seu equipamento. Cada item serve para uma coisa: proteger o batalhão, lutar contra o inimigo, vencer a batalha, sobreviver e retornar com segurança. Tudo que levam consigo tem a função de facilitar e antecipar cada necessidade. Quando embarcam numa missão, estão mais que prontos. Como guerreiras de oração, devemos fazer o mesmo. Devemos conhecer nossas armas e sermos habilidosas em seu uso. O apóstolo Paulo disse: “Vistam toda a armadura de Deus, para que possam permanecer firmes contra as estratégias do diabo” (Ef 6.11, NVT). Não é uma sugestão; é uma ordem. A Bíblia não nos teria mandado vestir toda a armadura de Deus para resistirmos ao mal se fosse possível resistir sem essa armadura. Não travamos uma guerra contra pessoas, mas contra uma hierarquia espiritual de poderes invisíveis. Não devemos usar nossa armadura apenas para nos proteger e nos defender, mas também para lançar uma ofensiva contra nosso inimigo. Com isso, fechamos as portas para ele e abrimos as portas para a vontade de Deus ser feita na terra. Quando você se levantar a cada manhã, vista sua armadura de proteção. Não permita que nada saia do controle, nem dê ao inimigo um convite para entrar. Você precisa dessa armadura para conter qualquer tentativa de ataque do inimigo em sua vida e na vida das pessoas que você ama – agora e no futuro. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014).

Dia2

Os soldados romanos cingiam-se com algo semelhante àquilo que os levantadores de peso usam para ganhar força e apoio e não machucar o tronco. Assim, os soldados tinham mais força contra o inimigo. Nós também precisamos desse tipo de suporte para ganhar força em nosso tronco espiritual. Isso significa que devemos nos cercar da verdade e não permitir que nada além dela invada nossos pensamentos. Significa que devemos pedir a Deus que nos mantenha livres do engano para jamais permitirmos que a mentira crie raízes. Conhecer a verdade nos liberta de toda possibilidade de engano e ilumina quaisquer trevas em nossa vida. Isso não quer dizer simplesmente saber sobre a verdade. Significa conhecê-la de modo a tornar-se parte de nossa vida. E não é qualquer verdade que nos libertará, mas apenas a verdade de Deus. Jesus disse: “Vocês são verdadeiramente meus discípulos se permanecerem fiéis a meus ensinamentos. Então conhecerão a verdade, e a verdade os libertará” (Jo 8.31-32, NVT). Quando nos envolvemos na verdade de Deus, ela nos protege e fortalece nossa essência. O inimigo usa mentiras para confundir as pessoas e enchê-las de ansiedade e medo. O apóstolo João afirmou: “Sabemos que somos filhos de Deus e que o mundo inteiro está sob o controle do maligno” (1Jo 5.19, NVT). Quando acreditamos nas mentiras do inimigo, nosso raciocínio é confundido e somos enfraquecidas. Devemos combater diariamente as mentiras do inimigo com a verdade de Deus. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014).

Dia3

A couraça de metal dos soldados romanos lhes cobria o peito, protegendo-os de um golpe fatal no coração. A justiça perfeita de Jesus nos cobre o coração, e é isso o que Deus vê ao olhar para nós. Ainda assim, temos de vestir a justiça como um soldado hoje veste o colete à prova de balas. Isso significa que devemos optar por trilhar os caminhos de Deus. Devemos escolher viver na justiça todos os dias – não por nossa força, mas por meio do Espírito Santo em nós. Precisamos reconhecer que dependemos de Deus e escolhemos viver nossa vida para ele. Apesar de sermos uma nova criação, ainda precisamos decidir viver como tal. Quando escolhemos diariamente viver de maneira justa, nossa vida é coberta, e nosso coração, protegido. Quantos ataques do inimigo poderiam ter sido evitados se naquela manhã tivéssemos decidido trilhar o caminho de Deus? A cada passo que nos afastamos de Deus, o inimigo se fortalece. Nossa couraça da justiça é a justiça de Jesus em nós. Ela protege nosso coração de quaisquer golpes fatais e garante que o inimigo jamais nos destruirá por causa do pecado. Não dê razão para o inimigo a acusar de nada. Todos os dias ore: “Senhor, mostra-me qualquer coisa em mim que não esteja certa a teus olhos, para que eu a confesse diante de ti, pois escolho trilhar o teu caminho”. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014).

Dia4

Todo soldado aprende a proteger os pés. Eles usam botas ou calçados especiais exatamente para isso. Os soldados romanos calçavam sapatos militares reforçados. Pés adequadamente protegidos permanecem firmes contra o inimigo e nos impedem de escorregar. Como guerreiras de oração, a base sobre a qual andamos precisa ser sólida e protetora. A boa notícia é que Jesus já preparou isso para nós. Ter paz com Deus e ter paz em Deus formam uma base inabalável sobre a qual podemos nos defender e permanecer firmes. Deus nos reserva uma paz além de nossa compreensão. Não é que não podemos imaginar ter paz, mas, sim, que não podemos imaginar ter esse tipo de paz em meio aos problemas que experimentamos neste mundo. O inimigo quer nos roubar a paz e nos manter inquietos, ansiosos, temerosos e tensos, sempre à espera de que algo terrível aconteça. Deus, porém, nos dá sua paz. Essa paz é mais que simplesmente uma boa noite de sono; é paz em cada parte de nosso ser, o tempo todo. Trata-se de um lugar onde você vive por causa daquele que vive em você. Jesus possibilitou que tivéssemos essa paz que excede todo o entendimento – o tipo de paz que nos faz prosseguir, nos dá estabilidade, nos sustenta e não nos deixa cair. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014)

Dia5

Todo soldado precisa de algo para salvaguardá-lo e protegê-lo das armas do inimigo. Na época dos romanos, os soldados às vezes atiravam flechas e dardos inflamados sobre muros de proteção, para atear fogo nas pessoas e em suas moradias. De modo semelhante, o inimigo atira flechas e dardos espirituais com o objetivo de perfurar nosso coração, atingindo-nos com desânimo, ansiedade, medo, insegurança e incapacidade. Nosso escudo contra as flechas do inimigo é a fé, uma proteção poderosa contra todos esses ataques. Como sabemos se nossa fé é forte o suficiente para servir de escudo protetor contra os ataques do inimigo? A Palavra de Deus diz que nossa fé em Deus e sua fidelidade para conosco se tornam um escudo para nós. Deus disse a Abraão: “Não tenha medo, Abrão, pois eu serei seu escudo, e sua recompensa será muito grande!” (Gn 15.1, NVT). Quando depositamos nossa fé em Deus e em sua Palavra, ele é nosso escudo e defesa. Isso, sim, é algo em que podemos ter fé! A fé dispersa o medo e nos dá coragem. Jesus disse ao dirigente da sinagoga: “Não tenha medo. Apenas creia” (Mc 5.36, NVT). A fé nos abre possibilidades ilimitadas. Nas palavras de Jesus: “Tudo é possível para aquele que crê” (Mc 9.23, NVT). Nossa fé deve se tornar forte o suficiente para crermos no impossível, pois cremos no Deus do impossível, e com ele todas as coisas são possíveis. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014).

Dia6

O capacete protege a cabeça do soldado. Nosso capacete espiritual também protege nossa cabeça. E de que nossa cabeça precisa de proteção? Das mentiras do inimigo, é claro. O inimigo quer impedi-la de entender – e viver – tudo o que a salvação significa para você. O inimigo não quer que descubramos quem realmente somos no Senhor. O desejo dele é encher nossa mente de sentimentos de culpa, desesperança e tristeza. Ele não quer que entendamos a obra completa que Jesus realizou por nós na cruz, pois sabe que, se vestirmos o capacete da salvação e formos transformados pela renovação de nossa mente, conseguiremos nos enxergar como Deus nos vê – uma pessoa por quem vale a pena morrer. Deus nos enxerga da perspectiva de quem ele nos criou para ser, mas não raro nos enxergamos a partir de nossas limitações, e não de nosso potencial. O capacete da salvação nos dá uma nova perspectiva, alinhada à visão que o Pai celestial tem de nós. Você é filha adotiva de Deus, o Criador de todas as coisas e Rei do Universo. Isso significa que você faz parte da realeza. Jesus sacrificou a vida para que você pudesse usar o capacete da salvação, uma coroa sobre sua cabeça. Use o capacete da salvação todos os dias ao lembrar-se do que Jesus fez por você, porque você agora tem o direito de usá-lo como uma coroa real. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014).

Dia7

Nenhuma batalha espiritual pode ser lutada e vencida sem nossa arma mais importante, que é a Palavra de Deus. A Palavra de Deus foi inspirada pelo Espírito Santo. Cada escritor da Bíblia foi movido pelo Espírito à medida que seus dons e seu intelecto eram usados por Deus para falar com eles e por meio deles. A Palavra de Deus é tão poderosa que “é mais cortante que qualquer espada de dois gumes” (Hb 4.12, NVT). Isso significa que ela é um instrumento de defesa e de ataque. Como guerreiras de oração, precisamos das duas funções. Cuidado com qualquer pessoa que queira tornar a Bíblia nada mais que um livro de história. A Bíblia é viva e tem poder no presente. “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para nos ensinar o que é verdadeiro e para nos fazer perceber o que não está em ordem em nossa vida. Ela nos corrige quando erramos e nos ensina a fazer o que é certo. Deus a usa para preparar e capacitar seu povo para toda boa obra” (2Tm 3.16-17, NVT). A cada leitura da Palavra de Deus, ela se enraizará mais e mais em sua mente e em seu coração. Com isso, ela a protegerá dos ataques do inimigo. Portanto, vista a Palavra como uma roupa de proteção todas as manhãs. Fale a Palavra, ore a Palavra, viva a Palavra e deixe que ela viva em você, de modo que se torne parte de sua armadura. Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014). Disponível em: <https://www.mundocristao.com.br/guerreiras-de-oracao/p>.

Itens por página:
1 - 7 de 7

Outros planos de leitura

Ver todos os planos

undefined

Portadores da Salvação

undefined

E a Profecia se Cumpriu (Digno, Digno) de Vertical Worship

undefined

Deus Conosco