arrow_drop_down

Voltar para lista de planos

Boas Novas: Encorajamento Para um Mundo em Crise (7 Dias)

Boas Novas: Encorajamento Para um Mundo em Crise (7 Dias)

Estamos vivendo em um tempo sem precedentes por causa de tudo que temos vivido. Onde encontraremos esperança e "boas novas" em meio a um fluxo contínuo de más notícias? Para os seguidores de Jesus, sempre há Boas Novas. Neste Plano de 7 dias, mergulharemos em algumas promessas que encontramos em nosso bom Deus, bem como a fé que precisamos para permanecer nelas. EDITOR Este Plano Bíblico original foi criado e fornecido pela YouVersion. Sobre o Editor TODOS OS DIREITOS pertencem à YouVersion

Lista de leituras

Dia1

Estamos vivendo em um tempo sem precedentes, navegando nas ameaças da vida e agitações da economia por causa da pandemia de COVID-19. No passado, vimos doenças catastróficas, desastres, e guerras impactarem diversos países, mas isto é diferente. Neste tempo, o mundo todo tem algo em comum: estamos tentando sobreviver a um vírus mortal. Então, como seguidores de Jesus, como encontramos sentido nisto? O que fazemos com as perguntas que temos para Deus e nossas perguntas acerca de Deus? Como encontrarmos boas notícias em uma corrente contínua de más notícias? E como podemos entender como essa situação se encaixa na passagem familiar de Jeremias 29:11? Só eu conheço os planos que tenho para vocês: prosperidade e não desgraça e um futuro cheio de esperança. (NTLH) Este verso nos dá esperança e é nosso cobertor de segurança espiritual em tempos difíceis. Está impresso em camisetas, gravado em canecas de café e estampado em cartões de felicitações. Deus é um doador de esperança, mas precisamos entender o contexto deste estimado verso. Jeremias profetizou aos israelitas no reino do sul de Judá antes que eles fossem levados cativos em 586 a.C pelo Rei Nabucodonosor da Babilônia. Em Jeremias 27, ele profetizou que eles serviriam a este rei, seu filho, e seu neto, e que tudo estaria sob o controle desses homens (Jeremias 27:6-7). No próximo capítulo, um falso profeta chamado Ananias falou ao povo que Deus os libertaria e que iria restaurar todas as coisas em dois anos. Jeremias desafiou Ananias por causa de suas mentiras. Ele também disse que Ananias morreria em dois meses, e ele morreu. No capítulo 29, Jeremias encoraja o povo a viver suas vidas enquanto ainda estava no exílio — trabalhar, casar, plantar, comer e multiplicar! Ele diz que eles permaneceriam na Babilônia por 70 anos, e depois eles seriam trazidos de volta para casa novamente. Os planos de esperança e um futuro para Seu povo escolhido provavelmente não combinava com a ideia que eles mesmos tinham. Eles queriam ir para casa, porém Deus disse que demoraria em 70 anos. Eles queriam ter seu próprio rei, mas Deus disse que eles deveriam servir ao rei da Babilônia. Eles queriam florescer em sua terra natal, mas Deus disse que isso aconteceria sob um governo que os havia levado cativos. Possivelmente, a parte mais difícil era que a geração mais velha jamais voltaria para casa. Eles morreriam em uma terra estranha, servindo a um rei estrangeiro. Não podemos insistir em nossa ideia de um futuro brilhante e esperançoso. Nós temos a tendência de sermos míopes e terrenos. Mas os caminhos de Deus são muito mais altos que nossas mentes conseguem imaginar. Seu plano é melhor! E isso incluirá estar para sempre com Ele no céu, não somente uma curta porção de nossas vidas na terra. Se nossa esperança está entrelaçada de dúvida, medo e ansiedade, nós podemos mudar isso hoje. Podemos eliminar nossa atitude de“espero que sim” e substituí-la com a mentalidade do “saber com certeza”. Nossa esperança jamais deveria estar amarrada a conveniências e prazeres que o mundo oferece ou ao alívio de uma situação. Ao invés disso, nós firmamos nossas mentes nas promessas e verdades da Palavra de Deus e fixamos nossos olhos naquele dia em que nosso brilhante, glorioso e eterno futuro se tornará realidade. Ao invés de desejar fugir dos nossos dias nos dilemas em que estamos, tenhamos confiança que Deus depositará esperança em nós, independentemente do que estamos sofrendo.

Dia2

O Senhor está comigo, e eu não tenho medo; que mal pode alguém me fazer? Salmos 118:6 NTLH Se ao menos acreditássemos realmente nisto, certo? Nós queremos crer. Nós tentamos crer. Desejamos crer por nós mesmos. Mas podemos ficar tão assustados com o que as pessoas, coisas e circunstâncias ao nosso redor podem fazer conosco que esquecemos Quem é por nós. O Criador dos Céus e da Terra é por nós. (Salmos 146:6) O Rei da Glória é por nós. (Salmos 24:8) O Soberano Senhor é por nós. (Salmos 68:19-20) O Criador do universo é por nós. (Gênesis 1:1) Nosso Grande Deus é por nós. (Salmos 95:3) O Altíssimo é por nós. (Salmos 91:1) Nosso Senhor Compassivo é por nós. (Salmos 116:5) O Príncipe da Paz é for nós. (Isaías 9:6) Aquele que Cura é por nós. (Salmos 147:3) Nosso Pai Imutável é por nós. (Tiago 1:17) O Guardião das Promessas é por nós. (2 Pedro 3:9) O Perdoador Definitivo é por nós. (1 João 1:9) Quando nos lembrarmos de quem Deus é, e o que Ele tem feito, estaremos mais propensos a caminhar com esperança quando as coisas ameaçam nos oprimir. Aquilo que nos preenche todo dia é importante. Quando alimentamos as nossas mentes com a verdade da Palavra de Deus, ficamos tão familiarizados com ela que quando nos deparamos com algo que não é verdade, nós saberemos. Quando adoramos a Deus com cânticos ou o louvamos enquanto contemplamos a Sua criação, nosso espírito é edificado e nosso foco é desviado das dificuldades diárias que enfrentamos. Quando caminhamos pela vida com seguidores de Jesus, há edificação e encorajamento para nós em nossas experiências com essas pessoas. Então, nos lembremos que Deus não tem nos dado uma mentalidade de medo. Ele tem nos dado uma mentalidade de amor, poder e uma mente sã! Deus é a nossa salvação e nossa fortaleza! Porque quando lembramos e somos lembrados da verdade a cada dia, permaneceremos fortes sabendo que quando Deus é por nós, nada pode ser contra nós.

Dia3

A força que possuímos como humanos é limitada. Não importam as muitas ideias de autoajuda que colocamos em prática ou as declarações positivas que proclamamos, nossa força somente nos levará até um certo ponto. Isto pode desencorajar alguns, mas de forma confiante, ao invés disso, a verdade que lemos da Palavra de Deus depositará esperança em nós. Em 2 Coríntios 12, o apóstolo Paulo compartilha a respeito de um “espinho em sua carne” que o “atormentava” continuamente. Ele realmente implorou e suplicou para que Deus o removesse. E a cada vez Deus lhe disse, “A minha graça é tudo o que você precisa, pois o meu poder é mais forte quando você está fraco” (2 Coríntios 12:9). Pense nisso por um minuto. Deus usou este homem para influenciar a Igreja primitiva e levar o Evangelho a muitos países. E em seu momento de fraqueza, ele suplica a Deus por socorro, e Deus basicamente diz não. Mas Deus não parou por ali. Deus diz para Paulo que quando ele está fraco, é quando o perfeito poder de Deus funciona melhor. Imagine isto! Nós precisamos estar fracos para ver o poder operar melhor. Enquanto vemos fraqueza como barreira, Deus a utiliza para nos sustentar. Nossa força, enquanto humanos, pode ir até certo nível, mas com o poder de Deus nos fortalecendo, não há nada que não possamos suportar! Estamos todos em tempos desafiadores, ou estaremos em breve. A vida pode ser gentil, ou pode nos atingir como um inesperado tsunami. Independente de como entramos em tempos difíceis, teremos de aprender como caminhar através deles. Nós temos de confiar no socorro de Deus, porque o que possuímos em nós mesmos não é suficiente. Precisamos da força de Deus. Então, quando estamos em dificuldades, quando temos nosso próprio “espinho na carne,” podemos extrair poder admitindo que não temos forças em nós mesmos e clamando a Deus. As provas de fogo pelas quais navegamos em nossas vidas são oportunidades para que a nossa fé seja provada genuína. É uma chance para o poder de Deus nos fortalecer de forma a estarmos “maduros e corretos, não falhando em nada” (Tiago 1:4).

Dia4

Você já ficou muito frustrado consigo mesmo por dizer ou fazer alguma coisa, que sabia que não deveria? E o que dizer dos pensamentos que passam pela sua mente sobre outras pessoas? Todo dia, e frequentemente, muitas vezes ao dia, agimos de certas formas, que sabemos que não honram a Deus. Nossa humanidade é tão humana, não é mesmo? Conscientes ou não do que estamos fazendo, Deus nos dá graça! Seu perfeito favor imerecido cobre uma multidão de pecados e nos está disponível 24 horas por dia, todos os dias de todas as semanas. A Bíblia está cheia de pessoas que compreenderam a poderosa graça de Deus em suas vidas. Vamos ouvir duas histórias: Saulo/Paulo De acordo com ele mesmo, Saulo foi o maior de todos os Fariseus. Se alguém tinha o currículo certo com numerosas honras, era ele. Ele defendia o que era "justo" e até ficou assistindo enquanto Cristãos eram assassinados. Ele estava determinado a livrar o mundo do Cristianismo. Mas então ele encontrou Jesus, literalmente, e foi radicalmente transformado. Saulo, renomeado Paulo, se tornou o líder mais influente na igreja primitiva e foi o autor de 13 dos 27 livros do Novo Testamento. Pedro Ao se referir aos 12 discípulos de Jesus, Pedro é quase sempre mencionado em primeiro lugar. Sua liderança era evidente, e ele é bem conhecido por sua sinceridade. Tanto foi assim que, quando Jesus avisou ao grupo que eles iriam abandoná-lo, Pedro foi inflexível em dizer que ele nunca faria tal coisa. No entanto, após Jesus ter sido preso, Pedro foi confrontado e negou que ele conhecia a Jesus, não uma vez, mas três vezes. Quando Jesus retornou dos mortos, Ele perdoou a Pedro e restaurou seu ministério. Pedro veio a se tornar um dos mais influentes líderes da Igreja primitiva. Paulo não entendia o que estava fazendo até que ele soube o que estava fazendo. Ele, genuinamente, não acreditava que Jesus era o Messias e se sentia justificado em sua fé judaica ao tentar livrar o mundo de um suposto vigarista. Por outro lado, Pedro, tinha estado com Jesus, e muitos poderiam dizer que “ele o conhecia melhor.” Ele até mesmo proclamou que seria a última pessoa a deixar Jesus. Dois diferentes cenários acobertados pela mesma graça e perdão de Deus.

Dia5

Samuel Johnson, um escritor do século XVIII disse, “As pessoas precisam ser lembradas com mais frequência do que precisam ser instruídas.” Aprender novas coisas nos mantém afiados e nos ajuda a melhorar a nós mesmos. Mas, há muito mais do que já temos aprendido, mas simplesmente não aplicamos ou lembramos. Umas daquelas coisas que precisamos nos lembrar é o quão próximo Deus está de nós. Aqui estão algumas verdades cheias de esperança para lembrar: Não há um lugar que possamos ir onde Sua presença não esteja lá primeiro. Ele está em nosso ontem, Ele está em nosso hoje, e Ele está em nosso amanhã, tudo ao mesmo tempo. Ele se alegra por nós, nos premia, nos abençoa, e nos envolve com Seu perdão e graça todo dia, ao longo do dia. Além disso, não há tragédia que vamos encarar, ou dificuldade que vamos enfrentar, e adversidade que vamos encontrar onde Deus não esteja conosco, firmemente nos sustentando com Sua destra poderosa, justa e perfeita. Quando você se sente sozinho e se pergunta onde Deus está, saiba que Ele está sobre você, acima de você, após você, no meio de você, em torno de você, entre você, antes de você, atrás de você, abaixo de você, do seu lado, em seu favor, por você, para você, dentro de você, próximo de você, e sobre você. Ele está em todo lugar, a todo tempo. Para todo o sempre, Ele está perto de nós. Quando você sente medo e se pergunta porque Deus não retira isso de você, saiba que Ele não tem lhe dado um espírito de medo, mas de amor, poder e uma mente sã. Que nada pode nos separar de Seu amor e presença. Para todo o sempre, Ele está perto de nós. Quando você está doente e não entende porque Deus não lhe cura, saiba que Ele é ainda o Grande Médico e Jehovah-Rapha, o Deus que cura. O tempo que você tem em mente pode não corresponder ao Dele, mas tenha certeza, Ele está fazendo uma obra em você e através de você. Para todo o sempre, Ele está perto de nós. Não há nada que encontraremos que Deus já não tenha derrotado. E não somente derrotado, mas totalmente aniquilado em nosso favor quando Ele colocou Jesus na cruz para cobrir nossos pecados passados, presentes e futuros. Para todo o sempre, Ele está perto de nós. Quando você passa por situações devastadoras, Ele está com você. Quando sua vida parece estar girando fora de controle, Ele está com você. Quando você não consegue ver o caminho, ou mesmo o próximo passo, Ele está com você. Há opções em todo lugar que nos imploram para colocarmos nossa confiança, esperança e alegria nelas. Estas alegrias e prazeres temporários não se comparam à eterna, inesgotável presença de nosso Deus Todo-Poderoso que nos chama Seus filhos. Sua presença é o prêmio. Isto é o que temos por toda a eternidade.

Dia6

Uma das maiores inquietações que muitas pessoas têm em comum é a preocupação acerca de suas finanças. Seja por que gastamos muito ou ganhamos pouco, em algum ponto de nossas vidas, a maioria de nós vai se afligir com isso. Podemos nos preocupar com roupas, alimentação, um lugar para viver, ou todas estas coisas juntas. Com dinheiro, nós podemos satisfazer estas necessidades, e quando não temos o bastante, nos perguntamos se Deus irá prover para nós. Não seria ótimo chegar a um ponto em que verdadeiramente confiamos que Deus seja o nosso Provedor e não nos preocupamos com dinheiro? Isso é mesmo possível? Vamos checar o que Jesus diz acerca do tema. “Vejam os passarinhos que voam pelo céu: eles não semeiam, não colhem, nem guardam comida em depósitos. No entanto, o Pai de vocês, que está no céu, dá de comer a eles. Será que vocês não valem muito mais do que os passarinhos?” Mateus 6:26 NTLH Uma forma de confiar realmente em Deus como nosso Provedor é lembrar como Ele cuida de pássaros e flores. Simples, não? Deus provê para eles, no entanto, Ele nos valoriza muito mais! Ele não enviou Jesus para morrer na cruz por pássaros e flores – Ele fez isso por nós! Então, porque Ele não satisfaria as nossas necessidades? Pode ser muito difícil lembrarmos disso em meio à nossa preocupação. Mas, deixe que cada pássaro no céu ou flor que ver faça você se lembrar que Deus é o nosso Provedor! Outra maneira de confiar em Deus como nosso Provedor é escolher buscar o Reino de Deus e Sua justiça primeiro. Quando nós o buscamos em primeiro lugar “todas essas coisas serão acrescentadas a vocês” (Mateus 6:33 NVI). A palavra Grega para buscar em Mateus 6:33 é zētēo, e significa “procurar, buscar, mirar, lutar por.” Então, quando buscamos a Deus, miramos em Deus, e lutamos por Deus em primeiro lugar, todas “essas coisas” tais como comida, roupas e outras necessidades básicas nos serão dadas. Buscar a Deus em primeiro lugar nos liberta das preocupações e pressões da terra porque nossos olhos estão fixados Nele ao invés de em coisas temporárias que pesam sobre nós. Pense desta forma. Quando nos preocupamos, ficamos travados na preocupação. Nos sentimos paralisados. Sendo assim, não se preocupe, mas faça algo a respeito. E esse algo significa buscar a Deus. Leia a Bíblia. Escreva suas orações. Adore através de um cântico. Pratique buscar a Deus, não porque você está tentando conquistar Seu amor, porque você já o tem. Busque-o, porque quando você assim o fizer, sua mente não se preocupará se Ele proverá em sua vida. Deus é totalmente capaz de satisfazer nossas necessidades básicas. Ele já satisfez a nossa maior necessidade enviando Jesus para nos salvar. Porque pensarmos que Ele não proveria as nossas necessidades de menor importância?

Dia7

Há um antigo dito atribuído a Benjamin Franklin que afirma que somente existem duas certezas na vida – morte e impostos. De todas as pessoas que já viveram, ou ainda viverão nesta terra, 100% delas morrerão. Caso a matemática não seja seu forte, isto significa todos nós. Todas as pessoas passarão sua eternidade em algum lugar. Mas muitos realmente não levam em consideração esta verdade enquanto vivem na terra. Há aqueles que pensam que a vida no aqui e agora é o motivo de estarmos aqui. Eles pensam que aqui é seu lar. Mas como seguidores de Jesus, nós sabemos que aqui não é a nossa casa. O Apóstolo Paulo nos diz que “nós somos cidadãos do céu” (Filipenses 3:20). Não fomos criados para a terra, mas para habitar temporariamente na terra para a glória de Deus. Parece estranho dizer que a vida de uma pessoa é um período temporário, não é? Certamente, alguém que vive 80 ou 90 anos nesta terra vive uma boa, uma longa vida. Bem, quando você mede isto em comparação à eternidade, não é um tempo muito longo afinal. Então, quão longa é a eternidade? Muito longa. É realmente algo muito além do que nossa mente compreende. É como números infinitos, que continuam indo e nunca param. Isto é eternidade. Para a pessoa que aceita a Jesus como Salvador e fez dele Senhor de sua vida, a eternidade no céu com Deus é uma realidade inspiradora e cheia de esperança. No entanto, mesmo com a alegria da eternidade em nosso futuro, o stress e preocupações neste mundo frequentemente podem nos desviar e manter os nossos olhos no que está acontecendo no aqui e agora. Por causa disso, Paulo nos disse em 2 Coríntios 4:17 que “nossos sofrimentos leves e momentâneos", não vão durar muito. E no verso posterior ele diz que nós devemos fixar "os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê” que é o nosso futuro no céu, porque “o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.” Que esperança isso deve nos trazer! Um dos hinos cristãos mais populares é Maravilhosa Graça. O verso final desta canção diz: Quando estivermos lá por dez mil anos, brilhando como o sol Não teremos menos dias para cantar louvores a Deus, do que quando começamos. Imagine isto! Após 10.000 anos em nossa eternidade, não teremos ao menos arranhado a superfície do que está à nossa frente. Isto é absolutamente incompreensível! O que está acontecendo no aqui e agora é mesmo uma pequena porção de nossas vidas, e isto sequer será perceptível quando já estivermos 10.000 anos em nossa eternidade. Ajustemos a nossa visão das lutas da terra para a esperança do céu, pois quando o fizermos, tudo ficará pálido em comparação com o que Deus tem reservado para nós, os que temos chamado a Ele como nosso Senhor.

Itens por página:
1 - 7 de 7

Outros planos de leitura

Ver todos os planos

undefined

Portadores da Salvação

undefined

E a Profecia se Cumpriu (Digno, Digno) de Vertical Worship

undefined

Deus Conosco