Pastor Paulo Ricardo, 8 de Junho de 2018

Nos últimos dias o Brasil viveu momentos complicados por conta da greve dos caminhoneiros e posteriormente outras categorias se uniram à causa, embora algumas com motivações puramente políticas, mas o que me chamou a atenção foi o poder da unidade que esse movimento demonstrou.

Minha avaliação é que a unidade pode produzir resultados importantes, por mais difíceis que possam ser.

Fazendo um paralelo com nossa vida podemos também reconhecer o poder que a unidade, ou a falta dela, pode produzir.

Vivemos em uma sociedade em que, muitas vezes, o individualismo está acima do interesse geral, o que, em linhas gerais, é prejudicial a sociedade.

Pensando nisso, vejo o quanto Jesus Cristo valoriza a unidade, partindo do princípio de que ele mesmo chamou discípulos de diversas classes sociais e políticas, como pescadores e publicanos, fariseus e zelotes, mostrando que o poder da unidade pode vencer obstáculos impensáveis.

Jesus projetou a igreja para promover unidade entre classes, povos e personalidades trazendo-as a uma unidade poderosa onde Ele é o cabeça. (Romanos 12:4-6).

A igreja é importante para a edificação e crescimentos pessoal e individual.

A mensagem de Cristo é o amor, que é transmitido pela igreja (corpo de Cristo) e que por sua vez é revelado por individualidades…

O poder está na unidade e unidos em Cristo, através de sua igreja, alcançaremos resultados de paz, alegria, amor, perdão e salvação!

Vamos então à unidade com Cristo?
Vamos à realização pessoal?
Vamos à Cristo que nos convida a nos unirmos a Ele para produzirmos uma sociedade sadia e equilibrada!
Venha para a unidade, venha para a Igreja, venha para Cristo!

Procurar